HSLI - HOLY SPIRIT LEARNING INSTITUTE

Mensagens de Fé Estudo da Palavras HSLI

ESTUDOS DA PALAVRA

CUIDADO, O INIMIGO NÃO DESISTE I.

A promessa de Deus a Abrão. “Ora, o Senhor disse a Abraão: Sai-te da tua terra, e da tua parentela, e da casa de teu Pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma benção. E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoareis os que te amaldiçoarem; E em ti serão benditas todas as famílias da terra (Gênesis 12 v 1 a 20) ”. Neste estudo você aprenderá sobre as estratégias do inimigo para te impedir de viver a palavra pelo poder do Espirito Santo e cumprir a missão de Jesus Cristo em tua vida na terra. Estudaremos sobre a vida de Abraão e as suas dificuldades para cumprir o propósito divino de Deus em sua vida na terra. Deus aparece a Abraão e lhe faz promessas. O texto fala de uma benção espiritual que viria através de um descendente de Abraão. Paulo declara que esta benção se refere ao evangelho de Cristo oferecido a todas as nações. A promessa de Deus revela que, desde os primórdios da raça humana, o propósito do evangelho era abençoar todas as nações com a salvação. Deus está agora realizando seu propósito através de Jesus e seu povo fiel, que compartilha da sua vontade de salvar os perdidos, enviando pregadores para proclamar o evangelho a todas as famílias da terra. A narrativa de Abraão, desde o início chama a atenção para a seguinte verdade: A obediência a Deus é essencial para o usufruto da salvação nele. Abraão obedeceu à palavra do Senhor. Sua obediência incluiu deixar seu lar e sua pátria e confiar-se ao cuidado de Deus, na sua orientação divina e nas suas promessas. Assim como Abraão, você foi conclamado a deixar a tua terra, parentela e casa do pai para seguir a Jesus no sentido de buscar uma pátria melhor, isto é a celestial. Realmente Abraão era um homem obediente a Deus, mas ele não atentou para um detalhe muito importante. A perfeita vontade de Deus deve ser obedecida sem ressalvas, ou seja, cumprida integralmente sob pena de inviabilizar a sua promessa em tua vida. Se quiser ser bem-sucedido (a) em todas as situações aprenda a não se deixar influenciar pelo sentimento. A ordem divina era apartar-se da sua parentela e Abraão sem perceber a atuação do inimigo, foi influenciado sentimentalmente e levou consigo seu sobrinho Ló. E o que aconteceu? Com a prosperidade de Deus na vida de Ló, pois vivia com Abraão, houve contenda entre os pastores do gado. Ora, a contenda não é divina, portanto, o inimigo estava presente, procurando destruir a promessa de Deus na vida de Abraão. O que o inimigo pretendia com a contenda? Induzir Abraão ao erro, ou seja, fazê-lo decidir a questão com olhos materiais e não espirituais. E disse Abraão a Ló: Ora, não haja contenda entre mim e ti e entre os meus pastores e os teus pastores, porque somos irmãos. Não está toda a terra diante de ti? Eis, pois, aparta-te de mim; se escolheres a esquerda, irei para a direita e, se a direita escolheres, eu irei para a esquerda. Então, Ló levantou os seus olhos e viu toda a campina do Jordão, que era bem regada e a escolheu. Ló viu somente a campina bem regada de Sodoma e deixou de discernir e aborrecer o mal, trazendo morte e tragédia para sua própria família. A grande falha de Ló foi amar as vantagens pessoais, mais do que abominar a iniquidade de Sodoma. Se ele tivesse amado profundamente a retidão isso o manteria separado dos maus caminhos e daquela geração ímpia, porém tolerou o mal e optou por morar na cidade decaída de Sodoma. Talvez tenha raciocinado que as vantagens materiais, a cultura e os prazeres de Sodoma compensariam os perigos, e que ele tinha forças espirituais suficientes para permanecer fiel a Deus. Com isso em mente, ele e sua família ficaram expostos à imoralidade e a impiedade de Sodoma. Só então, ele aprendeu a amarga lição de que sua família não era forte o suficiente para resistir ás influências, malignas de Sodoma. Resumindo: Cuidado, não envolva os teus sentimentos ao cumprir as ordens divinas. Se Abraão tivesse obedecido estritamente a perfeita vontade de Deus não precisaria ter feito nenhuma escolha. Abraão era um homem com olhos espirituais, mas seu sobrinho Ló tinha olhos materiais, impossibilitando a vida em comum. Mas, quando Abraão desce ao Egito (Gênesis 12 v 10 a 13), o inimigo estava preparando outra cilada. A obediência a Deus não significava que ele nunca iria enfrentar problemas e duras provações. As dificuldades estavam ao seu redor e uma fome que o estava levando a privações e forçando-o a sair do país. Durante a tua caminhada para conquistar as promessas divinas, as tribulações e provações serão uma constante e o seu objetivo é fazer com que a tua atenção não esteja na promessa divina, ou seja, afastar os teus olhos de Jesus, de maneira que você se sinta sozinho e impotente, diante do inimigo. A estratégia do inimigo é demostrar que os problemas são maiores do que você pode suportar e como consequência maior do que o teu Jesus. Ora, sentir medo não é anormal e faz parte da vida do ser humano. O problema é que você não pode deixa-lo dominar o teu comportamento as tuas ações. O medo surge quando você se sente impotente em determinadas situações e quando teus olhos não estão mais contemplando o Senhor das promessas, mas os problemas e as dificuldades ao teu redor. Morris Cerulho em seu livro “Um espirito demoníaco” fala sobre a força criativa do medo as (páginas 33 a 34). Ele diz o seguinte: O primeiro passo para superar um problema é conhecê-lo. Em nosso caso, precisamos entender totalmente que o espírito de medo é na verdade uma poderosa força do mal, capaz de criar ou chamar a existência, a exata coisa que é temida. Jó experimentou isto, quando disse: “Por que o que eu temia me veio, e o que receava me aconteceu”? (Jó 3 v 25). Assim sendo, como opera o poder do diabo? Desde que Deus criou o universo, os poderes espirituais têm domínio sobre os poderes mentais; e os poderes da mente têm tido domínio sobre o reino físico. Portanto, quaisquer que sejam os espíritos que nós escolhamos abrigar em nossas mentes, eles é que irão determinar o que há de se manifestar na nossa esfera física. Por exemplo, se você decide acolher o espírito do medo em sua vida, você terá pensamentos de temor e proferirá palavras de medo; e aquilo que você teme acabará por acontecer. Se você se decide a acolher o Espírito de Deus, de paz, então terá pensamentos pacíficos, falará sobre a paz e criará uma atmosfera de serenidade à sua volta. Não se engane, existem apenas dois tipos de forças espirituais no mundo: Aquelas que provêm de Deus (para o bem) e aquelas que são de satanás (para o mal). Você possui o Espírito, que está acima de todos os espíritos, o Espírito de Deus, habitando no mais profundo do teu ser., Porém, a questão crucial que você tem a enfrentar diariamente é: O Espírito de Deus ou o espírito do medo eu decido acolher dentro da minha mente hoje? Que tipos de pensamentos eu vou aceitar ou rejeitar? Esteja consciente de que, qualquer um dos lados a que você entregue a permissão de controlar os teus pensamentos, também irá controlar todo o seu ser. A confiança que Abraão tinha em Deus falhou por um pouco, pois, com medo de que eles levassem Sara, pois era muito formosa, Abraão mentiu, dizendo que ela era sua irmã. Por causa disso aquilo que ele mais temia aconteceu. Esta passagem demonstra quão fiel é a palavra de Deus e que o teu fracasso somente acontecerá se olhar as circunstancias e tirar os olhos das promessas de Deus e a sua fidelidade. Ora, era óbvio o intuito do inimigo, sem Sara Deus não poderia dar descendência a Abraão, ou seja, a promessa de Deus não se concretizaria em sua vida. Se não fosse a intervenção divina, Abraão, pela mentira teria comprometido o seu próprio propósito divino. As promessas divinas e a missão de Jesus Cristos em tua vida na terra se concretizarão, se você caminhar olhando para Jesus e não apenas para as dificuldades e circunstâncias. Nos encontraremos novamente no dia 11/10/22, caso queira colaborar com esse Ministério, deposite na Conta Corrente 18560-4, Agência 2200-4, Banco Bradesco ou PIX de nº 03.178.109.0001/01 CNPJ, o valor que Deus colocar em teu coração ou ajude em oração para que a perfeita vontade de Jesus e Deus Pai, seja alcançada, e que ele continue abençoando a tua vida. Amém.

PASTOR MÁRIO

“Para que o Deus de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da Glória vos dê em seu conhecimento (espírito) o espírito da sabedoria e de revelação. Oro para que sejam iluminados os olhos do vosso entendimento (alma), para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais riquezas da glória da sua herança nos santos. Efésios 1:17-18”